sexta-feira, 3 de fevereiro de 2012



"Esta imagem foi retirada da Google)


“Aprendi”

Viver dias sem folhas, despidos
Gente com dor no peito instalada
Aprendi a por meus olhos erguidos
Vi a dor em cada rosto rasgada…
Aprendi a não virar a cara para o lado
A dar a mão a alguém que chamava
Por socorro num tom abafado
Uma guerra que alguém aclamara.
Aprendi a atravessar montanhas
Pelos ventos cortadas
Em lâminas de dor tamanhas
Em melodias de fogo cantadas.
Aprendi a encher de sorrisos os dias
A por na tristeza, aromas perfumados
Aprendi a fazer das tristezas alegrias
Do dor, fiz  vales encantados.
Aprendi a cor dos Mares do Céu e da Terra
Aprendi a melodia dos pássaros
Que dia a dia me trazem a primavera
Com mil sorrisos com mil abraços.

(Angelina Alves)


1 comentário:

•°•.•°•.♥*•¸♥.Lluviaenelsilenciodelanoche•*•¸♥ ♥. •°•.•° disse...

Que sutil y melancolica es tu poesia.

me gusto mucho.

besos

† ::. †† ::.† ::.